“Que Assim Seja” – Rashid (2012)

Proteja-me na hora da entrada
Proteja-me na hora da saída
Sei que perante ti eu não sou nada
Mas, que minha missão seja cumprida

“Que Assim Seja” – Rashid (2012)

O ano de 2011 foi muito importante para o rap nacional, com projeções na mídia de todo o Brasil, shows superlotados, novos artistas se destacaram, velhos artistas reapareceram e fortaleceram o discurso de que o rap não é moda, é compromisso, também pode ser diversão, mas que é fato: arrasta multidões de rebeldes com causa e é a verdadeira música popular brasileira.

Quem não gostava de rap, não teve mais como negar que o ritmo tomou conta da cena musical, alguns até passaram a gostar, que bom! E no mesmo ritmo 2012 começou. Para Rashid, o rapper de 24 anos criado no bairro Lauzane, zona norte de São Paulo, o ano não poderia começar melhor. Já estamos em março e o desejo de Rashid continua: ele espera que o caminho que ele e todos os artistas do hip hop trilharam tenha continuidade, luz e que se fortaleça. Que Assim Seja!

Por esses motivos o MC escolheu esse nome para sua mixtape lançada nesta quarta-feira 21. A música que dá nome ao disco com 20 faixas tem refrão de Flora Matos. “Já esperava essa parceria há um tempo. Mandei a música para a Flora e pedi que ela fizesse o refrão. Mas foi na frase que rimo na segunda parte que ela encontrou inspiração e entendeu a pegada e a energia que tem esse rap”, conta Rashid.

Mas esse é apenas o carro abre alas com a advertência “quando ouvir essa música não tente entender, só sinta!”. Os outros 19 raps, alguns inéditos e outras rimas já consagradas pelos fãs nos shows, mostram a evolução constante do flow e das rimas de Rashid, que homenageia até o pugilista Muhammad Ali em “Quando Éramos Reis”. As surpresas não param por aí. “Drama”, com participação de Ogi, e “Tudo ou Nada” estão entre as mais pesadas da mixtape.

As 20 faixas contam com produções de peso: Casp, Laudz, Skeeter, Caíque, Mr. Break, Hand, Renan Samam, A.G. Soares e o próprio Rashid, que assina as batidas de “Falou”, “Drama” e “Rolê de Kadet”. O artista passeia por caminhos diferentes ao longo da mixtape, explora rimas de amor, sem descartar a voz de protesto da periferia e não deixa de fora “Dama de Branco” e “Quando eu Morrer”, eleitas clássicas pelo público. A mixtape também conta com a participação de Projota em uma das faixas.

  visit this

Imprensa: Gisele Coutinho – giselecoutinho@gmail.com 

Venda da mixtape: mcrashid.vendas@gmail.com R$ 5 + frete

5 Comentários

  1. Teko
    4 de janeiro de 2013 at 14:28 ·

    - Que assim seja pra sempre Rashid eterno na mente …….s2

  2. 4 de janeiro de 2013 at 14:32 ·

    - Nossa quando comecei ou vir o son do Rashid eu fiquei mais espertorsrs’ esse rap me deu uma visão nova das coisa e o rap tbm me salvou de muitas coisa agradeço de coração pelo seu trabalho . te adoorooo Rashid muito fota memo ;)

  3. 11 de janeiro de 2013 at 15:20 ·

    Você é o melhor, só isso que digo!

  4. Jáisla
    6 de abril de 2013 at 0:44 ·

    Nunca pensei que um dia passaria a escutar Rap,mais quando uma amiga me mostrou uma das musicas do Rashid fiquei apaixonada,quando cheguei em casa ja logo fui baixando varias musicas…Passei a curtir outros cantores de rap tbm! Mas se um dia me perguntarem pq continuo a escutar Rap, irei responder: Pq eu conheci a voz e um belo “remedio” q me faz melhor a cada dia, RASHID!! Curto mt vc,queria mt um show seu na minha city,Volta Redonda-RJ!! BJO Parabéns pelo trabalho!!

  5. Zainne
    24 de maio de 2013 at 20:22 ·

    ‘Mew eu to in love com as mixtapes , demaiis , simplesmente demais , ”eu te avisei , nesta eu ganhei , o coração da sua filha eu sei;….”’ é assim que me sinto em relação as suas musicas …..
    Se vc for igual o que diz nas musicas … cara tu tem um problema to in love por ti tbm kkkk
    bjitos :*