Rashid

Michel Dias Costa, mais conhecido como Rashid, nasceu no dia 21 de março de 1988, na zona norte de São Paulo, onde teve seu primeiro contato com o rap.

Aos 12 anos, já escrevia suas próprias letras e, como vários garotos criados na periferia, sonhava em um dia subir ao palco. Ainda na adolescência integrou dois grupos formados por amigos. Aos 16 anos, já participava de batalhas de freestyle.

Nos anos seguintes ganhou destaque na Batalha da Santa Cruz (organizada pela Afrika Kids Crew) e Rinha de MC’s (organizada por Criolo e o DJ Dan Dan), as mais conceituadas e reconhecidas batalhas de rimas de improviso de São Paulo. Em 2009 chamou a atenção dos rimadores mais experientes ao ser convidado para integrar a Liga dos MC’s, a batalha de âmbito nacional. No mesmo ano, participou a convite de Pedro Gomes do documentário “Freestyle: um estilo de vida”.

A partir da arte de improvisar, Rashid passou para uma nova etapa profissional. E foi tanta coisa boa que listamos aqui as principais passagens de sua caminhada.

2008 – Participou da primeira gravação profissional em uma faixa do álbum de Kamau (Non Ducor Duco – Plano Áudio, 2008).

2010 - Lançou “Hora de Acordar”, a primeira mixtape, com 9 faixas e participação de Marechal, Rael, Projota e produções de Nave, A.G. Soares (Pentágono) entre outros. Desde então, Rashid começou a fazer shows com o inseparável parceiro DJ Mr. Brown e assim começou a formar público.

- Gravou uma vinheta temática para a SporTV, referente ao Novo Basquete Brasil (NBB), principal competição de basquete do País;

-  Figurou em uma campanha publicitária do Bradesco;

- Lançou duas coleções de camisetas com sua marca “Foco na Missão’. A relação com a moda hip hop lhe rendeu uma participação em um editorial de moda para a revista Serafina (Folha de S. Paulo).

2011 Foi um ano crucial para o rap nacional, que teve projeção em todo o Brasil, shows lotados e uma cena consolidada. Enquanto MCs da velha guarda reapareceram, novos nomes se destacaram. E lá estava Rashid com a segunda mixtape Dádiva & Dívida. Em 15 faixas, Rashid juntou as produções de DJ Caique, Damien Seth, Skeeter, Laudz, Casp, além das participações de Terra Preta, Projota, Phill, Massao e Kamau.

- Lançou o clipe “Vou Ser Mais”, com participação do rapper Projota no vídeo e de Emicida na letra.

- No fim do ano, participou da gravação do DVD do rapper Projota.

2012 – Lançou a terceira mixtape, Que Assim Seja, com 20 faixas e participações de Flora Matos, Ogi e Projota. O lançamento contou com 50 mil downloads na primeira semana, com um lançamento via twitcam.

- Lançou o minidocumentário “Assim Se Fez”, com bastidores de entrevistas e show no Sesc Pompeia (durante o lançamento de Que Assim Seja em São Paulo).

- Rashid se consolidou no cenário hip hop, foi destaque na imprensa e massa de todo o país, fez seu primeiro grande show no Pepsi On Stage, em Porto Alegre, para uma plateia de 8 mil pessoas e viu seu número de fãs nas redes sociais chegar aos milhões.

- Se uniu aos rappers e amigos Emicida e Projota e deu vida ao projeto “Os Três Temores”, que viajou em turnê pelo país. Veja aqui o clipe do projeto.

-  Lançou os clipes “Quero Ver Segurar” e “R.A.P.”.

- Em Setembro conquistou 2 indicações ao Video Music Brasil (VMB) da MTV: Artista Revelação e Hit do Ano, com a música “Quero Ver Segurar”. No mesmo evento, dividiu o palco com Emicida, a convite do amigo.

- Em Outubro subiu ao palco do Meus Prêmios Nick (canal Nickelodeon), com Projota.

2013 – Rashid firmou sua assinatura no rap nacional, ao lançar sua última e quarta mixtape, Confundindo Sábios, que trouxe novas rimas, inovação no flow e, principalmente, maturidade. Contou com participações de Emicida, Tássia Reis, Daniel Cohen e Di Melo. Liderou o ranking do iTunes durante uma semana.

- Em Outubro, Rashid e Lurdez da Luz se juntaram com a Orquestra Filarmônica Metropolitana. Os dois rappers deram voz aos arranjos feitos pelos instrumentistas, criando uma mistura muito interessante no projeto “Hip Hop com Erudito dá Samba”, do Sesc Pompeia.

- Lançamento dos videoclipes “Virando a Mesa” e “Bate e Gol”, este com um elenco estrelado, com a participação de outros rappers e DJs e do ator Milhem Cortaz.

- Rashid foi eleito o “melhor artista” na categoria Música do Prêmio Jovem Brasileiro.

2014 – Em parceria com o rapper Kamau, lançou R&K – Seis Sons, EP que carrega seis músicas escritas, produzidas e rimadas em parceria.

- No final do ano lançou o clipe “Patrão”, curiosamente gravado na exposição de Stanley Kubrick no MIS, na sala do filme “2001: uma Odisséia no Espaço” e que conta com a participação de Tássia Reis.

Durante toda essa caminhada, Rashid coleciona parcerias com grandes nomes da música como Emicida, Kamau, Projota, Rael, Di Melo, Flora Matos, Tássia Reis, Ogi, Alexandre Carlo, entre outros.

Na estrada, o rapper lota casas de shows pelo país. Já dividiu o palco com nomes como: Criolo, Racionais MC’s, Almir Guineto, Thaíde, Nelson Triunfo, Orquestra Metropolitana, Rappin Hood, entre outros.

Marcou presença em grandes eventos como Virada Cultural, Circuito Cultural Paulista e três distintas apresentações, em 2014, no SXSW, um dos maiores festivais de música e tecnologia do mundo, que acontece em Austin, capital do Texas, EUA.

O capítulo norte-americano se repete em 2015, no mesmo festival SXSW, onde Rashid se apresenta na Casa Brasil, dia 17 de março.

Por enquanto, Rashid está estudando com afinco para iniciar a jornada de produção de seu primeiro álbum oficial. Um rascunho de seu futuro.

Contato para shows:
Dani Rodrigues
agenda@rashid.com.br

Assessoria de Imprensa:
Inker Agência Cultural
+55 11 2369.5360
+55 11 2369.5363
Carol Pascoal – carol@inker.art.br